Codevasf investe na preservação e revitalização da bacia do São Francisco

8962375229_38c50303dc_z

A preservação e revitalização da bacia hidrográfica do rio São Francisco é fundamental para melhorar a oferta de água nas sub-bacias do rio e proporcionar mais qualidade de vida às pessoas beneficiadas pelo “Velho Chico”. Para marcar o Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado nesta quinta-feira (5), a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) destaca a importância das ações de recuperação hidroambiental praticadas em Minas Gerais, estado onde está localizada a nascente do rio que é vital para a população do semiárido brasileiro.

Os mais de R$ 67 milhões que estão sendo investidos pela Codevasf no estado integram o Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco – coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente em parceria com o Ministério da Integração Nacional e outros 14 ministérios – e envolvem desde a elaboração de planos diretores de bacias e monitoramento de águas superficiais e subterrâneas a ações de controle de processos erosivos em microbacias e sub-bacias. Os recursos são do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e do Orçamento Geral da União.

“O principal objetivo desses trabalhos é a implantação de práticas conservacionistas de solo e água que, entre outros benefícios, melhoram a oferta de água, diminuem o carreamento de sedimentos para os cursos de água e propiciam melhores condições socioeconômicas e ambientais à população”, avalia Sidenísio Lopes de Oliveira, gerente de Revitalização das Bacias Hidrográficas na 1ª Superintendência Regional da Codevasf, em Montes Claros (MG).

Entre as ações de controle de processos erosivos na porção mineira da bacia do São Francisco, destacam-se o cercamento de 2.082 nascentes, a construção de 1.904 quilômetros de cercas para proteção de matas ciliares e topos de morros e de 69.057 bacias para captação de água de chuva, a execução de 3.685 quilômetros de terraços e a readequação ambiental de 481 quilômetros de estradas vicinais.